Sou Coach. Quem é o meu cliente?


Quando pensamos, com a formação de coaching, em ajudar as pessoas a nossa volta, criamos um arquétipo de cliente que é alguém que tem problemas, e com as ferramentas e técnicas do coaching, temos as ferramentas para “ajudá-la” e solucionar esses problemas. Este pensamento limita muito o nosso campo de atuação, e acaba nos colocando diante de pessoas que realmente têm problemas, e que sem a solução destes, não consegue por muitas vezes exercer todo o seu potencial de comprometimento.

Nesta etapa, é muito comum cairmos dentro das bandeiras vermelhas do coaching, onde o processo pode travar, e desta forma, não obtendo o resultado esperado. É possível minimizar este efeito, aumentando o leque de clientes com os quais pretendemos trabalhar.
O coaching, não resolve problemas, para isto temos uma enorme gama de profissionais, como psicólogos, terapeutas, psicanalistas, entre outros. Então, o que o coaching faz? Qual o público que mais interessa ao Coach?

Vamos por partes, uma pessoa com problemas, é sim um bom cliente para o Coach, mas dentro das limitações que esta ferramenta nos oferece. Podemos aqui citar pessoas com problemas financeiros, problemas de administração de tempo, entre muitos outros, mas o foco principal do coaching, ainda não são estas pessoas. Então, voltamos a questionar quem são as pessoas que podem ter sucesso com o coaching?

Vamos a tão esperada resposta, e espero que vocês estejam prontos para verem o quão é simples encontrar um cliente para coaching. O Coaching resolve problemas? Sim, resolve problemas, mas mais do que isso, o coaching “realiza sonhos”. E qual pessoa não tem um sonho? Qual pessoa, por mais bem centrada em sua vida, seja emocionalmente, fisicamente, financeiramente, não tem um sonho, um desejo dentro de si?

Chegamos a uma conclusão fácil de observar, mas que por muitas vezes, não conseguimos ver. Com todas as técnicas e ferramentas do coaching, temos em nossas mãos a verdadeira lâmpada mágica, capaz de realizar os sonhos das pessoas que estão a nossa volta. E por mais absurdo que possa ser este sonho, se utilizarmos corretamente as ferramentas, sabermos que é possível de se realizar.

Podemos agora perceber mais claramente, que qualquer pessoa pode ser um potencial cliente de coaching, não apenas pessoas que apresentam algum “defeito”, mas também aquele nosso amigos que sonha em viajar para outro país, o vizinho que sonha em comprar um carro novo, o amigo da escola que pretende abrir um novo negócio, a mulher que sonha em ser mãe. Podemos abrir o nosso leque de opções e encontrar um cliente em cada esquina, em cada café, em cada passeio no shopping.

Uma das técnicas de abordagem para captar novos clientes, é mais simples ainda, basta uma pequena pergunta, em um encontro rápido no meio da rua: “Qual é o seu sonho?” Esta pergunta tem poder, um grande poder. Quando você descobre o sonho das pessoas, você tem abertura para oferecer as ferramentas para que este sonho se realize, e as pessoas ao responder a esta pergunta, resgatam um sentimento que por muito tempo deixou de existir, um sentimento que desperta a capacidade de realizar.

Desta forma, podemos então perceber o quanto é fácil trabalhar e divulgar o coaching, tendo uma carteira de clientes saudável e com grandes potenciais de crescimento. Espero que este artigo tenha ajudado de alguma forma a oferecer um caminho para que você, coaching de primeira viagem, buscando encontrar o seu caminho possa também realizar seus sonhos.

Abraços e Sucesso sempre, e lembrando, que qualquer informação, entre em contato através de nosso e-mail ou formulário de comentários.

Anúncios

13 Respostas para “Sou Coach. Quem é o meu cliente?

  1. Elza Conrado Conte

    Brilhante este artigo Douglas, brilhante
    Elza Conte

  2. Adorei esse artigo.
    Fantástico!!!
    Me ajudou ver de uma forma mais ampla.

  3. Muito boa a sua mensagem, abre em 360º a visão para captação de clientes. Parabéns.

  4. Douglas, parabéns pelo artigo.

    você foi muito feliz em escrevê-lo.

    E para mim foi muito valioso ter encontrado este artigo, pois estava me fazendo exatamente essa pergunta… Como conseguir clientes de coaching?

    E você me deu uma grande dica. Obrigado.
    Erick

  5. Ola Douglas!

    Adorei o seu artigo e a sua abordagem de que os clientes sao saudaveis e com grandes potenciais de crescimento. Concordo com voce plenamente. Os meus clientes sao saudaveis, repletos de recursos, criativos e completos. O meu trabalho como coach e ajudar o cliente a ascender a chama dos sonhos que foram apagados, esquecidos ou desacreditados com o tempo. Uma vez que a chama dos sonhos esteja acesa, o proceso de realizacao destes sonhos se torna fascinante!

    Eu realizo o meu sonho de coach ajudando os meus clientes a reascender e manter a chama dos seus sonhos viva!

    Obrigado pelo artigo!

    Valdete Lane

  6. Bom dia Douglas!!

    Bom abrir meus e mails e verificar que colegas compartilham conhecimentos e nos convidam a crescer, parabéns pelo artigo.
    Essa abordagem simples realmente tem dado certo para mim, no entanto os passos a seguir conduzindo os coachees a especificarem esses sonhos e definirem objetivos me impulsionam a maior competencia , daí a importãncia de compartilharmos experiências.

    Abraço,

    Angeluz

  7. Olá, Douglas!
    Este texto, tanto quanto os demais que você escreve, está muito claro e útil.
    Tenho que dizer que, em algumas vezes, não é tão simples assim encontrar, descobrir ou simplesmente ouvir qual é o sonho da pessoa.
    Durante nosso curso pela SBC no ano passado, em uma ida ao Shopping, eu, Lucas e Romano pegamos um táxi e começamos a aguir a taxista (sim, era uma mulher!) sobre qual era o sonho dela.
    Ela dizia que estava tudo bem, com os filhos criados, mas que o mundo não tinha jeito, e etc. Romano então partiu para o “e se você pudesse mudar essa realidade que lhe incomoda, como seria?”.
    Enfim, depois de mais algumas perguntas, ela se mostrou uma idealista, que tinha o sonho de viajar pela Grécia e ajudar crianças a serem melhor educadas e a conhecerem um mundo diferente do que vivem em São Paulo, por exemplo.
    Pareceu magia 😉

  8. Fantástica esta abordagem.

    Afinal os meus clientes são todos aqueles que querem sonhar.

    Abraço
    ´
    Paulo Ferrão

  9. Douglas,

    Fizemos coach juntos e acho barbaro teu blog,

    Parabens

    Maria Gentile

  10. Douglas, adoro teu blog e tuas abordagens! Sou coach, mas mesmo diante de seu texto, que é excelente, me pergunto: de tantas pessoas que podemos abordar e perguntar qual o sonho, quantas estão dispostas a “pagar” efetivamente pelas sessões de coaching, tornando-se clientes efetivos?

  11. Parabéns!! Adorei seu artigo! obrigada!

  12. Seu é ótimo, pois simplificou muita coisa que já li sobre o assunto, simples e objetivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s