A importância do Coaching em nossa Vida!


Coach Douglas Ferreira

Há algum tempo atrás, eu publiquei um artigo a respeito da importância do Coaching, e fiz uma menção de onde podemos encontrar nosso cliente. Comentei também sobre o primeiro Coach de nossas vidas, representados pelos nossos pais, pois eles podem ser o maior exemplo de Coach, já que nos auxilia a vencer e conquistar nossos sonhos e desejos, sempre acreditando em nosso potencial, e sempre com uma palavra de sabedoria, para nos ensinar a dinâmica da vida. Hoje, recebi um texto em meu e-mail que gostaria de dividir com todos vocês, e que mostra, que um Coach pode estar ao seu lado agora mesmo, neste instante, e você pode nem perceber. Pode ser um amigo que encontramos na rua, nosso companheiro ou companheira, ou até mesmo um desconhecido, sentado ao nosso lado. Espero que gostem do conto abaixo, pois dedico a todos os Coachs que, em conjunto, trabalham para promover a melhora do ser humano.

A jovem era muito linda. Entrou no avião e começou a buscar com os olhos um lugar especial.
Poucos passageiros haviam adentrado e havia muitos lugares vagos. Ela parecia não estar satisfeita com a poltrona que lhe fora previamente marcada.
Finalmente, olhou para um senhor de cerca de quarenta anos, aproximou-se e se sentou na poltrona ao seu lado.
Ela trazia a amargura estampada na face e a solidão de sua alma parecia extravasar por todos os poros.
Não se passaram muitos minutos e ela tentou entabular uma conversa com o companheiro de viagem.
De início, ele se fez arredio mas, como ela insistisse, ele aquiesceu e começaram uma conversa que se prolongaria pelas duas horas de vôo.
Ela se mostrava ansiosa por encontrar alguém a quem pudesse dizer das suas dificuldades. Era uma alma desejosa de orientação, de socorro.
E aquele senhor, por sua formação moral e religiosa, ofereceu-lhe, naqueles 120 minutos, material suficiente para que ela pudesse refazer a sua vida.
Ela se corrompera aos 14 anos. Dizia ter perdido tudo o que uma pessoa tem de bom, de lindo e de digno.
Tudo para ostentar jóias caras, essas coisas que convencionamos ser de valor.
Ele lhe falou de solidariedade e espancou as nuvens densas em que ela se envolvia, apresentando-lhe o sol da boa vontade.
Falou-lhe de dignidade, de melhoria. Convidou-a a uma nova vida.
Ao final da viagem, ela lhe disse que não sabia, exatamente, se poderia colocar em prática tudo o que ele lhe falara. Mas que tentaria começar uma vida nova.
Ao se despedirem, ela o olhou e afirmou:
O senhor tem o rosto tão alegre. Desde que me sentei ao seu lado, vi que o senhor estava sorrindo.
Não sorrindo com os lábios, não. Era algo especial, que vinha do senhor. Por isso escolhi me sentar ao seu lado. Estava imensamente triste e desejava me contaminar.

Muito obrigado a todos que compartilham de meu espaço, e agradeço a todos pelos comentários e pela participação.

Seus comentários podem nos ajudar a melhorar e oferecer um conteúdo mais direcionado. Ajude-nos a fazer deste espaço, um local onde as suas dúvidas podem encontrar uma solução.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s