Arquivo da tag: amizade

A importância do Coaching em nossa Vida!

Coach Douglas Ferreira

Há algum tempo atrás, eu publiquei um artigo a respeito da importância do Coaching, e fiz uma menção de onde podemos encontrar nosso cliente. Comentei também sobre o primeiro Coach de nossas vidas, representados pelos nossos pais, pois eles podem ser o maior exemplo de Coach, já que nos auxilia a vencer e conquistar nossos sonhos e desejos, sempre acreditando em nosso potencial, e sempre com uma palavra de sabedoria, para nos ensinar a dinâmica da vida. Hoje, recebi um texto em meu e-mail que gostaria de dividir com todos vocês, e que mostra, que um Coach pode estar ao seu lado agora mesmo, neste instante, e você pode nem perceber. Pode ser um amigo que encontramos na rua, nosso companheiro ou companheira, ou até mesmo um desconhecido, sentado ao nosso lado. Espero que gostem do conto abaixo, pois dedico a todos os Coachs que, em conjunto, trabalham para promover a melhora do ser humano.

A jovem era muito linda. Entrou no avião e começou a buscar com os olhos um lugar especial.
Poucos passageiros haviam adentrado e havia muitos lugares vagos. Ela parecia não estar satisfeita com a poltrona que lhe fora previamente marcada.
Finalmente, olhou para um senhor de cerca de quarenta anos, aproximou-se e se sentou na poltrona ao seu lado.
Ela trazia a amargura estampada na face e a solidão de sua alma parecia extravasar por todos os poros.
Não se passaram muitos minutos e ela tentou entabular uma conversa com o companheiro de viagem.
De início, ele se fez arredio mas, como ela insistisse, ele aquiesceu e começaram uma conversa que se prolongaria pelas duas horas de vôo.
Ela se mostrava ansiosa por encontrar alguém a quem pudesse dizer das suas dificuldades. Era uma alma desejosa de orientação, de socorro.
E aquele senhor, por sua formação moral e religiosa, ofereceu-lhe, naqueles 120 minutos, material suficiente para que ela pudesse refazer a sua vida.
Ela se corrompera aos 14 anos. Dizia ter perdido tudo o que uma pessoa tem de bom, de lindo e de digno.
Tudo para ostentar jóias caras, essas coisas que convencionamos ser de valor.
Ele lhe falou de solidariedade e espancou as nuvens densas em que ela se envolvia, apresentando-lhe o sol da boa vontade.
Falou-lhe de dignidade, de melhoria. Convidou-a a uma nova vida.
Ao final da viagem, ela lhe disse que não sabia, exatamente, se poderia colocar em prática tudo o que ele lhe falara. Mas que tentaria começar uma vida nova.
Ao se despedirem, ela o olhou e afirmou:
O senhor tem o rosto tão alegre. Desde que me sentei ao seu lado, vi que o senhor estava sorrindo.
Não sorrindo com os lábios, não. Era algo especial, que vinha do senhor. Por isso escolhi me sentar ao seu lado. Estava imensamente triste e desejava me contaminar.

Muito obrigado a todos que compartilham de meu espaço, e agradeço a todos pelos comentários e pela participação.

Seus comentários podem nos ajudar a melhorar e oferecer um conteúdo mais direcionado. Ajude-nos a fazer deste espaço, um local onde as suas dúvidas podem encontrar uma solução.

Video Motivacional…

O que as pessoas são capazes de fazer, com um pouco de determinação…

Coaching e Educação – Caminhando Lado a Lado…

Coaching tem tudo a ver com educação. Para que uma pessoa possa alcançar o sucesso que tanto deseja, antes de mais nada é necessário que pratique a sua educação, em todos os sentidos da palavra. Vamos ver o que é educação:

Educação [do latim educatione] – 1. Ato ou efeito de educar-se, ou seja de alterar hábitos e atitudes, a partir dos conhecimentos e aptidões adquiridos. 2. Conjunto de processos e métodos que orientam o desenvolvimento natural, progressivo e sistemático de todas as forças do educando, desenvolvimento esse subordinado a um ideal de perfeição.

O que me levou a este assunto, foi um e-mail que recebi de uma amiga muito querida, (Obrigado Liliti), e que transponho para vocês refletirem um pouco sobre este assunto tão importante:

Palestra ministrada pelo médico psiquiatra Dr. Içami Tiba:

O palestrante é membro eleito do Board of Directors of the International Association of Group Psychotherapy. Conselheiro do Instituto Nacional de Capacitação e Educação para o Trabalho “Via de Acesso”. Professor de cursos e workshops no Brasil e no Exterior.

Em pesquisa realizada em março de 2004, pelo IBOPE, entre os psicólogos do Conselho Federal de Psicologia, os entrevistados colocaram o Dr. Içami Tiba como terceiro autor de referência e admiração – o primeiro nacional.

* 1º- Lugar: Sigmund Freud;

* 2º- Lugar: Gustav Jung;

* 3º- Lugar: Içami Tiba

  1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.
  2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc…
  3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.
  4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.
  5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.
  6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.
  7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.
  8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.
  9. É preciso transmitir aos filhos a idéia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.
  10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer.  E o prazer é inconsequente.
  11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual.
  12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga . A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve ‘abandoná-lo’.
  13. A mãe é incompetente para ‘abandonar’ o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.
  14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.
  15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.
  16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade.
  17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.
  18. Muitas são desequilibradas ou mesmo loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).
  19. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.
  20. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem ‘vidas’, e sim uma única vida. Não dá para morrer e começar de novo. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.
  21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança.  Não pode apenas bater cartão.
  22. Pais e mães não pode se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. ‘Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador’. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe.
  23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.
  24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.
  25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.
  26. Dinheiro ‘a rodo’ para o filho é prejudicial.  Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.
Frase: “A mãe (ou o pai!) que leva o filho para a igreja, não vai buscá-lo na cadeia!
Fica a todos esta reflexão, sobre a importância dos pais na educação dos filhos, para que eles se tornem pessoas de sucesso, que lutam por seus objetivos e sabem onde desejam chegar…
Abraços e Sucesso sempre…