Arquivo da tag: auto-avaliação

Melhorando seu poder de Concentração

Concentração é uma habilidade que pode facilmente ser desenvolvida. Com este exercício que você pode começar a fazer agora mesmo, você pode melhorar a sua capacidade de concentração.

Com este exercicio, de qualquer forma, você se sentirá mais relaxado e pronto para enfrentar os desafios do dia a dia.

  • Sente-se em um espaço reservado para você, onde não seja incomodado por algum tempo.
  • Escute o que você pode ouvir ao seu redor, dentro e fora do local onde você esta. O que pode deduzir ao ouvir os sons? Que tipos de sons você está ouvindo? Cães latindo? Alarmes de carro? Deixe que os sons cheguem até você.
  • Agora mova sua audição para o edifício que você está concentrado. Quais os sonos que existem no interior do edifício. Você ouve passos? Música em outra sala? Portas se abrindo ou fechando?
  • Se concentre agora na sala em que você está. Escute os sons da sala. Você está perto de um computador? Você ouve o zumbido? Se houver uma vela perto de você, você pode ouvir a chama?
  • Ouça o som de si mesmo – a sua respiração, seu menor movimento, até mesmo o seu batimento cardíaco.

Pratique este exercício em ambientes diferentes e em diferentes momentos do dia. Com a prática, você começará a absorver mais e ouvir sons diferentes a cada vez que você faz este exercício. Você pode achar que simplesmente sentar-se ainda para fazer este exercício de atenção concentrada é um desafio prazeroso e relaxante!

Coaching, Consultoria ou Psicoterapia?

Coaching de Consultoria? e de Psicoterapia?
Uma das ferramentas no Coaching é a distinção. Distinguir semelhanças e diferenças clarifica propósitos e resultados.
Como estamos falando de prática, iremos considerar o seguinte exemplo: se o cliente quisesse começar a praticar algum esporte e, por qualquer razão, considerasse isto um desafio…
Num processo de consultoria, o consultor iria levantar o maior número de informações sobre o cliente em relação a sua vocação, através de seu passado na escola, nos clubes que freqüentou, etc. iria discutir com o cliente o resultado do levantamento e finalizaria o processo com uma recomendação, normalmente escrita como um manual e entregá-lo ao cliente. Além disso, algumas consultorias estão entrando na área de implantação e treinando o cliente, sempre de acordo com as técnicas de maior sucesso no mercado, para a realização do novo esporte .
Na psicoterapia , o terapeuta iria ouvir o cliente e buscar junto com ele (no passado e no inconsciente) os “por que?” do cliente. E através de técnicas psicanalíticas como interpretação, livre associação, transferência e contra-transferência o paciente irá conscientizar o que está impedindo a mudança .
No processo de coaching, o cliente irá verificar através de questionamento (formulários de auto-avaliação também são utilizados) quem o cliente é hoje, quais são seus valores e necessidades. Assim, o coach através de perguntas facilita a decisão Definido o esporte (o objetivo) e a estratégia (o como chegar lá) , o coach irá acompanhar todo o processo de aprendizado, apoiando e dando o suporte necessário para que a mudança de hábito realmente ocorra da forma mais fácil e consistente.
Acredito que todas as metodologias aqui descritas têm valor e são indicadas para diferentes casos, podendo mesmo ser contratadas simultaneamente. Assim, fica a pergunta:
– Neste momento, o que é melhor para você?

Uma das ferramentas no Coaching é a distinção. Distinguir semelhanças e diferenças clarifica propósitos e resultados.

Como estamos falando de prática, iremos considerar o seguinte exemplo: se o cliente quisesse começar a praticar algum esporte e, por qualquer razão, considerasse isto um desafio…

Num processo de consultoria, o consultor iria levantar o maior número de informações sobre o cliente em relação a sua vocação, através de seu passado na escola, nos clubes que freqüentou, etc. Iria discutir com o cliente o resultado do levantamento e finalizaria o processo com uma recomendação, normalmente escrita como um manual e entregá-lo ao cliente. Além disso, algumas consultorias estão entrando na área de implantação e treinando o cliente, sempre de acordo com as técnicas de maior sucesso no mercado, para a realização do novo esporte .

Na psicoterapia , o terapeuta iria ouvir o cliente e buscar junto com ele (no passado e no inconsciente) os “por que?” do cliente. E através de técnicas psicanalíticas como interpretação, livre associação, transferência e contra-transferência o paciente irá conscientizar o que está impedindo a mudança .

No processo de coaching, o cliente irá verificar através de questionamento (formulários de auto-avaliação também são utilizados) quem o cliente é hoje, quais são seus valores e necessidades. Assim, o coach através de perguntas facilita a decisão. Definido o esporte (o objetivo) e a estratégia (o como chegar lá) , o coach irá acompanhar todo o processo de aprendizado, apoiando e dando o suporte necessário para que a mudança de hábito realmente ocorra da forma mais fácil e consistente.

Acredito que todas as metodologias aqui descritas têm valor e são indicadas para diferentes casos, podendo mesmo ser contratadas simultaneamente. Assim, fica a pergunta:

Neste momento, o que é melhor para você?