Arquivo da tag: Coaching

Processo de Coaching Online

Coach Douglas FerreiraCoach Douglas FerreiraO processo de Coaching Online é muito aplicado em diversos países como uma ferramenta de desenvolvimento pessoal prática e de fácil aplicação. A partir deste artigo, iremos reproduzir este processo de forma que você possa desenvolver suas habilidades e competências de forma agradável e no conforto de sua casa.

Inicialmente, vamos montar um roteiro de trabalho padrão, que pode ser alterado de acordo com cada caso. Neste roteiro, faremos um passeio pelas mais diversas técnicas de coaching de forma educadora e clara.

A aplicação de coaching online segue o mesmo processo do coaching presencial, com a diferença de ser aplicado através de correio eletrônico (e-mail) ou por ferramentas de comunicação online (Msn – Skype –  Yahoo’ Messenger). Vamos ver as vantagens e desvantagens de cada processo:

Correio eletrônico:

Vantagens:

  • Maior disponibilidade de tempo (não é necessária presença obrigatória em data e hora determinada).
  • Menor custo (O valor é referente ao atendimento por e-mail de 01 sessão por semana (1 e-mail) pelo período de 04 semanas, equivalente a R$ 300,00 – Cada sessão sai por apenas R$ 75,00 com limitação de até 01 e-mails por semana).
  • Maior tempo de análise e entendimento das técnicas utilizadas.

Desvantagens:

O processo de coaching através do correio eletrônico demanda mais tempo de acompanhamento, devido a demora do feedback necessário para as ações realizadas pelo coachee, dependendo mais de seu comprometimento com o processo e determinação em realizar as tarefas determinadas durante o mesmo. A garantia de sucesso no decorrer do processo depende exclusivamente deste compromisso do coachee, sendo este um fator determinante para a obtenção dos resultados esperados.

Ferramentas de Comunicação Online:

Vantagens:

  • Contato direto entre o Coach e o Coachee, facilitando o feedback relacionado as técnicas e ferramentas utilizadas.
  • Menor custo em relação ao coaching presencial (O valor se refere ao atendimento online por comunicador instantâneo de 01 sessão por semana pelo período de 04 semanas, equivalente a R$ 360,00 – Cada sessão sai por apenas R$ 90,00 sendo 01 sessão semanal).
  • Análise imediata e simultânea das técnicas utilizadas

Desvantagens:

O processo de coaching por ferramentas de comunicação online exige o compromisso presencial de pelo menos 02 sessão semanal com duração de 45 minutos, sendo o dia e horário fixo e pré-determinado durante a sessão inicial. A garantia de sucesso no decorrer do processo depende exclusivamente deste compromisso do coachee, sendo este um fator determinante para a obtenção dos resultados esperados.

Roteiro padrão de Coaching Online

Determinar um bom roteiro de trabalho é fundamental para a aplicação do coaching online. Este roteiro deve ser formalizado durante a primeira sessão, e seguido de forma a alcançar os resultados determinados. Abaixo, vamos delimitar um modelo padrão de roteiro de trabalho, que poderá ser alterado conforme as necessidades e particularidades de cada cliente:

  • Especificação de Objetivo
  • Identificação de Valores
  • Resultados Esperados
  • Missão e Propósito
  • Administração de Tempo
  • Dreamlist

Outras ferramentas e técnicas podem ser utilizadas e exploradas conforme a sua necessidade junto ao processo de desenvolvimento pessoal:

  • Roda da Vida
  • Ganhos e Perdas
  • Swot Pessoal
  • Ensaio Mental
  • Crenças Limitantes
  • Entre muitos outros…

Para fazer uma consulta gratuita e criar um roteiro de trabalho adequado aos seus ideais, entre em contato através do e-mail douglas.coach@gmail.com e marque um horário ou requisite um e-mail de pesquisa inicial. Nos próximos artigos, iremos descrever detalhadamente os modelos de trabalho de acordo com o roteiro pré-estabelecido acima.

Abraços e Sucesso Sempre.

=======================================================

Lista de Roteiros:

=======================================================

Seus comentários podem nos ajudar a melhorar e oferecer um conteúdo mais direcionado. Ajude-nos a fazer deste espaço, um local onde as suas dúvidas podem encontrar uma solução.

Anúncios

Sobrevivente do Vôo 1549 – Motivacional

Coach Douglas Ferreira

Este é um exemplo de motivação e visão do futuro. Porque sempre decidimos mudar nossos modos de viver, quando algo de ruim acontece? Porque não começar a mudança hoje mesmo, sem pressão, sem desconforto? Descobrir nossos valores e realizar nossos objetivos devem ser o ponto inicial de todas as nossas ações.

Link para o Vídeo (Desculpem, mas o mesmo não permite incorporação)

Promova a mudança de sua vida hoje mesmo, torne-se uma pessoa melhor e alcance o sucesso que você tanto espera. Entre em contato com nossa equipe e solicite informações sobre como o Coaching pode mudar sua vida.

Seus comentários podem nos ajudar a melhorar e oferecer um conteúdo mais direcionado. Ajude-nos a fazer deste espaço, um local onde as suas dúvidas podem encontrar uma solução.

Nota

Fizemos algumas mudanças em nosso blog, principalmente na questão do Layout. Gostaria de receber um feedback a respeito dessas mudanças, com criticas e sugestões. Aproveitem para assinar nossa NewsLetter e recebam informações e dicas por e-mail. Desejo a todos um … Continuar lendo

Avalie isto:

Modelo 9 – Análise de Ganhos e Perdas

Olá a todos, estamos de volta com mais uma ferramenta muito importante no desenvolvimento de nossos processos de mudança. As vezes, as pessoas desejam mudar de vida, uma mudança radical, mas não conseguem ver o que essa mudança poderá trazer de beneficio ou de malefício para sua vida atual. É por isso que a ferramenta de Ganhos e Perdas é de grande importância, pois iremos através dela, observar os aspectos da mudança em sua vida, e verificar o quanto essa mudança poderá ser benéfica ou não.

Esta ferramenta se assemelha a uma análise Swot, pois iremos também trabalhar com um quadro onde anotaremos nossas observações. A grande diferença é que esta ferramenta avalia não a situação em sí, ou os cenários que a cercam, mas sim a forma como esta situação ou mudança pode interferir em nosso próprio bem estar.

A grande questão nesta ferramenta, é descobrir quais são os seus propósitos e como eles interferem em seu estado atual, seja pessoalmente ou profissionalmente. Para isto, é importante que você possa definir exatamente quais sãos seus propósitos atuais, e neste caso, poderíamos utilizar outras ferramentas já vistas neste espaço, como por exemplo a Definição de seus Objetivos, os Resultados Esperados do processo de coaching e a formulação de sua Dream List. A partir do momento que temos um objetivo determinado, podemos então fazer uso desta ferramenta para aprimorar nossa responsabilidade em torná-lo real, ou descartá-lo, de forma a abrir espaço para objetivos que possam trazer maiores ganhos em nossa vida.

A partir do momento que já temos um objetivo, uma mudança, ou um propósito de vida, poderemos então fazer uso da ferramenta de ganhos e perdas. Veremos abaixo, uma representação gráfica desta ferramenta, e como trabalhar com a mesma:

O primeiro passo é responder as questões levantadas pela ferramenta:

1º O que você ganha se obtiver isto? (seu propósito, desejo, uma mudança de vida)

Esta questão irá levantar nossos motivadores, as coisas que nos darão prazer ao conseguir realizar o que é desejado. São estes pontos que irão nos auxiliar, quando por exemplo estivermos confusos com o caminho escolhido. Serão nosso combustível para prosseguir, mesmo quando tudo parece perdido em sem nenhum sentido.

2º O que você perde se obtiver isto? (quais elementos de sua vida atual você pode perder ao alcançar seu objetivo)

Esta questão é de grande importância para que possamos descobrir e avaliar quais elementos podem atrapalhar nosso processo de mudança. As vezes quando decidimos por uma grande mudança, não nos atentamos ao que podemos perder com isso, e num futuro próximo, estas perdas podem voltar como um grande peso, atrapalhando e dificultando todo o processo. Determinar estes elementos irá ajudar a decidir se a mudança é realmente viável ou não.

3º O que você ganha, se NÃO obtiver isto? (quais o benefícios de não alcançar o resultado esperado?)

Neste momento, estamos identificando elementos que nos dão prazer, mas que podem interferir de maneira negativa em nosso processo de mudança. Estes elementos são considerados sabotadores, e podem oferecer uma grande resistência em todo o processo. Geralmente encontramos com eles nos momentos de comodismo, quando estamos levando uma vida “morna”, sem muitas emoções. E quando determinamos que é o momento de mudar, eles aparecem para nos dizer o quanto estamos bem como estamos, e que mudar não fará nenhuma diferença.

4º O que você perde se NÃO obtiver isto? (as vezes a dor pode ser um motivador muito forte, e é isto que estamos buscando com esta questão)

Quando precisamos geralmente de uma motivação para prosseguir, é muito comum buscarmos isso na dor que algo nos trará. Pensar no que perdemos quando não alcançamos nossos objetivos, traz para dentro um sentimento de angustia, que ninguém consegue ignorar. É neste momento que devemos transformar este sentimento em combustível para prosseguir, para ir até o fim e fazer o que deve ser feito, para que nosso objetivo seja alcançado dentro de nossas expectativas.

Respondendo a estas 4 questões, estaremos montando nosso quadro de ganhos e perdas, e a partir de nossas respostas, poderemos então fazer a avaliação necessária para estabelecer nosso objetivo como viável ou não. Vamos entender como fazer esta análise:

A primeira análise é sobre a minimização de Perdas. Para isso, no nosso segundo quadro, avalie cada perda com a seguinte questão:

  • O que você pode fazer para minimizar as possíveis perdas?

Faça isso com cada perda anotada, verifique como você pode diminuir as possibilidades de perda, sem que para isso precise desistir de seu objetivo. Quanto mais você conseguir adaptar seu objetivo com seus ganhos, minimizando suas perdas, mais próximo dele você vai se encontrar, e mais força de vontade você terá para concluí-lo.

A segunda análise é em relação aos ganhos secundários, ou os sabotadores de nosso terceiro quadro. Para cada ganho secundário anotado, iremos nos fazer a seguinte questão:

  • O que você pode fazer para continuar tendo os ganhos atuais em não obter o que você deseja? Como você pode manter estes ganhos, e mesmo assim conseguir realizar seu desejo ou propósito?

Se você conseguir responder cada ganho com uma solução positiva, e que mesmo assim você possa ainda concluir seu objetivo, esses sabotadores se tornarão possíveis motivadores, que irão ajuda-lo a alcançar seu objetivo almejado, sem que para isso precise se sacrificar a perder coisas que você também gosta.

A terceira análise é sobre a congruência sistemica de seu propósito e/ou objetivo. Para isto vamos nos fazer o seguinte levantamento:

  • Este objetivo ou resultado esperado afeta negativamente outras pessoas ou o meio no qual faço parte?

Esta é a parte mais difícil de admitirmos em nossos objetivos. Muitas pessoas ainda trazem dentro de sí uma espécie de egoísmo, onde queremos ver somente o nosso próprio bem, sem se importar realmente com o que pode ser bom para os outros também. Congruência significa Concordância, saber se nosso objetivo esta em concordância com o meio no qual vivemos é de grande importância para que o mesmo possa ser viável. Caso em algum momento a resposta a esta questão seja um sim ou um não duvidoso, temos então que partir para o quarto passo da análise, que é o ajuste de objetivo:

  • Se SIM, o que você precisa alterar no seu objetivo para que este afete apenas positivamente outras pessoas ou o meio no qual você vive?

É importante que nosso objetivo possa ser maleável a mudanças. Um objetivo extremamente rígido, torna-se mais difícil de ser alcançado. Principalmente quando temos de modifica-lo para que ele não interfira de maneira negativa em relação a outras pessoas ou com o meio no qual vivemos. Um dos princípios do coaching é que você possa alcançar seu sucesso, sem que com isso você prejudique outras pessoas. Ter sucesso significa estar bem, e fazer com que todo o seu meio esteja bem também.

Vou terminando por aqui com mais este modelo, e gostaria de receber seus comentários a respeito destes processos de coaching que tenho disponibilizado. Participem deixando seus comentários, sugestões e criticas, todos serão lidos e respondidos a contento.

Abraços e Até Breve com mais um modelo.

Download do Arquivo em PDF

Modelo 8 – Análise do Nível de Satisfação – Aplicação

Já vimos em um artigo anterior todas as descrições a respeito das áreas de nossa vida. A partir deste artigo mencionado, vamos passar para a aplicação do processo. para isso, disponibilizo a ferramenta em formato XLS (Arquivo do Excel) com toda a programação já preparada. Segue o arquivo:

Download da Planilha – Nível de Satisfação

Avalie cada uma das áreas com uma classificação de 0 a 100. A cada nota mencionada, o gráfico irá se formar para dar uma visão mais simples de como está o seu nível de satisfação atual.

Depois de avaliar todas as áreas de sua vida, seja o momento de iniciar o processo, que apesar de bem simples, muitas pessoas se esquecem deste segundo passo ou não o compreendem corretamente. Você pode encontrar na mesma planilha a principal questão para que possamos refletir a respeito de nossa análise:

Questão: Em qual área de sua vida, se você colocar um pouco mais de foco hoje, terá uma influencia positiva em um número maior de outras áreas?

É importante que você entenda, que não estamos falando em foco na área que esteja pior ou melhor, independente de como seja a avaliação inicial, é importante escolher uma área que tenha uma maior influência sobre as outras.

O aspecto principal desta ferramenta, é encontrar um ponto de partida para o trabalho de coaching, principalmente quando o cliente (coachee) se encontra confuso em relação aos seus objetivos, ou não sabe como deve começar o processo. Quando você determina qual área tem uma maior influencia sobre as outras, poderemos então trabalhar com esta área de forma que todas as outras áreas que são dependentes possam melhorar também.

Vamos colocar um exemplo para que possa ficar mais claro:

Digamos que após ter realizado meu nível de Satisfação, tenha chegado a conclusão de que se eu colocar um pouco mais de foco na área de Espiritualidade, terei uma influencia nas seguintes áreas:

  • Saúde e Disposição (Pois estarei cuidando também de minha saúde mental)
  • Desenvolvimento Intelectual (Pois estarei aprimorando meus conhecimentos na área espiritual)
  • Equilíbrio Emocional (Todo estudo religioso estimula o equilíbrio emocional)
  • Contribuição Social (Fazer parte de um grupo religioso estimula a contribuição Social)
  • Familia (Por ser um valor de vida, a espiritualidade e a familia se unem)
  • Vida Social (Terei contatos com outras pessoas de um mesmo interesse)
  • Plenitude e Felicidade (Toda busca de novos conhecimentos levam ao caminho da Plenitude e felicidade)

Como podemos observar, se eu trabalhar com a Espiritualidade, 7 outras áreas serão influenciadas. Desta forma, eu sei que é uma boa área para se iniciar meu processo de transformação.

Caso deseje, este pode ser o inicio de seu processo de coaching. Envie seus resultados e suas considerações para que possamos avaliar o nível de nossos processos, e aproveite este mês nossa promoção de coaching online. para maiores informações, clique aqui.

Espero que este processo possa ser de auxilio a todos meus leitores, e agradeço por toda a atenção dispensada.

Até Breve.

Avaliação do Nível de Satisfação – Passo a Passo:

Modelo 8 – Análise do Nível de Satisfação – Descrição

Voltamos com mais um modelo dos processos de coaching. A Avaliação de nível de satisfação é uma ferramenta muito utilizada no inicio da maioria dos processos de coaching. Com ela, é possível determinar exatamente uma “fotografia” do seu momento atual, e quais áreas podemos trabalhar para que você possa alcançar os seus objetivos já determinados. A ferramenta padrão trabalha com 12 áreas distintas que iremos descrever abaixo:

Saúde e Disposição

Saúde e Disposição: Apesar de todas as áreas serem importantes, vamos iniciar com a relacionada a nossa saúde e disposição. Aqui, vamos avaliar como esta nosso cuidado com a saúde e o quanto estamos dispostos a exercer as funções básicas de nosso dia a dia. Você dorme bem? Se alimenta corretamente? Acorda disposto para mais um dia de trabalho, ou lazer? Siga este link (Teste sua Qualidade de Vida) para realizar uma pequena pesquisa sobre como esta sua qualidade de vida atualmente. A partir do resultado, avalie em uma escala de 0 a 100, o seu nível de satisfação em relação a esta importante área de sua vida.

Desenvolvimento Intelectual

Desenvolvimento Intelectual: Pensar somente na nossa saúde não é o suficiente. Precisamos também manter nosso desenvolvimento intelectual em dia. Isso pode ser feito de diversas maneiras, que citarei abaixo:

  • Leitura diária de jornais e periódicos;
  • Leitura de Livros de teores diversos;
  • Cursos e Seminários de especialização;
  • Cursos de idiomas;
  • Participação de congressos e palestras;
  • Freqüentar teatros e exposições culturais;

Estes são alguns dos exemplos. O que você tem feito atualmente para manter seu desenvolvimento intelectual? Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, a sua satisfação com o seu desenvolvimento intelectual?

Equilíbrio Emocional

Equilíbrio Emocional: Saber como controlar nossos sentimentos e emoções são de extrema importância para que possamos nos preparar e realizar mudanças em nossa vida. Quando avaliamos esta área, estamos com foco em nosso controle emocional e nossa capacidade de raciocinar em momentos de crise, seja pessoal ou profissional. O Coaching trabalha com muitas técnicas para avaliar e melhorar nosso equilibro emocional. Reflita um pouco sobre estas questões: Como você se comporta diante de uma negativa em seus relacionamentos pessoais e profissionais? Como você se sente em relação ao fracasso? E ao Sucesso? Você se considera uma pessoa controlada? Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, a sua satisfação com o seu equilíbrio emocional?

Realização e Propósito

Realização e Propósito: Ter realizações e propósitos de vida deve ser o objetivo principal de qualquer pessoa. Um individuo sem propósitos tem grandes chances de se tornar uma pessoa infeliz, revivendo dia após dia o seu fracasso e a sua desilusão com a vida. Ter esta área da vida bem equilibrada ajuda você a atingir seus objetivos. Você têm algum propósito de vida? Você têm realizações bem sucedidas em seu currículo pessoal? Como esta o andamento de seus projetos, sonhos e objetivos? Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, a sua satisfação com suas realizações e seus propósitos de vida? Veja algumas dicas simples para que você possa ter controle sobre suas realizações e propósitos de vida:

  • Faça uma lista com 10 Realizações e Propósitos para sua vida nos próximos 5 anos;
  • Faça uma nova lista similar, para o seu próximo ano;
  • Estipule um cronograma para cada elemento das duas listas;
  • Verifique se você possui todas as habilidades e recursos necessários para realizar seus objetivos no cronograma estipulado;
  • Procure um Coach que possa lhe ajudar a planejar e realizar estas suas listas.

Recursos Financeiros

Recursos Financeiros: O dinheiro por sí não deve ser a unica motivação para um individuo, mas concordamos que sem ele qualquer outra área de nossa vida padece. Neste caso, é importante avaliarmos como estamos controlando nosso dinheiro? Temos que ter em mente que ele não deve nos trazer preocupações e transtorno, mas sim auxiliar no desenvolvimento de nossas metas e objetivos. Tratar de forma séria nossos recursos financeiros, fortalece nosso processo de conquista e melhoria continua. Você sabe de onde vem o seu dinheiro? Você sabe para onde ele vai? Você consegue economizar para realizar seus desejos? Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, a sua satisfação com a forma como você administra seus Recursos Financeiros?

Contribuição Social

Contribuição Social: Não existe maior satisfação pessoal, não existe nenhum pagamento que possa trazer tanta alegria quanto você ser solidário a outro. Nenhuma outra área da vida esta completa, se não pudermos dividir nossa felicidade com as pessoas que nos cercam, conhecidas ou não. É por este motivo que devemos avaliar esta área de nossa vida. Como você tem participado da comunidade que vive, em relação a sua Contribuição Social? Pare alguns minutos do seu dia a dia, e reveja este seu lado mais humano, de ser solidario e contribuir para a sua sociedade. Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, a sua satisfação com a forma como você Contribui para a sua Sociedade?

Família

Família: Este é um tema bastante polêmico. É sabido que cada pessoa tem a sua familia, e a sua forma de lidar com a mesma. Mas é importante percebemos que cada membro de nossa familia tem a sua importância, e dar esta importância aos mesmos pode lhe ajudar a alcançar a felicidade e a realização de seus objetivos. Como você administra o seu tempo em relação a sua familia? Como você se comporta em reuniões familiares, e contatos com as pessoas que fazem parte de seu circulo familiar? A familia é a base para nosso sucesso e para nossa caminhada, e saber como está nosso Nível de Satisfação em relação aos nossos familiares pode ser de grande ajuda. Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, a sua satisfação com a sua Familia?

Relacionamento Amoroso

Relacionamento Amoroso: Estar bem em nossos relacionamentos amorosos é um fator importante para que outras áreas de nossa . Um coração tranqüilo é uma mente tranqüila. Um relacionamento amoroso deve ser recíproco, e quando isso ocorre, temos uma força incalculavel para alcançar nossos sonhos mais impossíveis. Por isso é importante avaliarmos esta área de nossa vida com muita calma, pois as vezes nossos relacionamentos podem parecer bons, mas estão passando por crises internas e por momentos de comodismo que podem atrapalhar nosso desenvolvimento pessoal. Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, o seu Relacionamento Amoroso?

Vida Social

Vida Social: Ter uma boa vida social também é importante em nossa vida. Saber se socializar e se divertir em contato com nossos amigos pode ser um diferencial que faz uma grande diferença quando estamos buscando nossa felicidade e nosso conforto. Você se relaciona bem com seus amigos? Você faz parte ativa de seu grupo social? Como você se relaciona com seus amigos pessoais e profissionais? Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, sua Vida Social?

Hobbies e Diversões

Hobbies e Diversões: É importante termos um tempo para que possamos estar em contato com nosso próprio “eu”. Um Hobby faz parte de uma vida de sucesso, e neste mesmo aspecto, precisamos sempre nos divertir seja no quesito pessoal como também em nosso profissional. Você possui um Hobby? Tem algo que você goste de fazer para passar seus momentos de lazer? Como você se diverte? O Seu trabalho é divertido para você? Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, seus momentos de Hobbies e Diversão?

Plenitude e Felicidade

Plenitude e Felicidade: Este é o ponto principal a ser explorado em todos os aspectos de nossas vidas. Todos os indivíduos, em seu mais intimo ser, buscam a felicidade. Viver com plenitude e felicidade é um fator que diferencia as pessoas de sucesso das outras. Ao analisar esta área de sua vida, tenha em mente que plenitude e felicidade não pode ser considerado um estado de espírito, mas sim uma condição primária para realizar qualquer um de nossos sonhos e desejos. Você não pode afirmar que está vivendo em plenitude e que está feliz, mas sim, deve afirmar que você É UMA PESSOA PLENA E FELIZ. Estar e ser são palavras que fazem uma grande diferença neste momento. Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, sua Plenitude e Felicidade?

Espiritualidade

Espiritualidade: Somos formados por uma trindade, somos a união da Mente, Corpo e Espírito. Podemos estar com uma saúde impecável, mas se nossa mente e nosso espírito não estão em suas melhores formas, não estamos completo. Da mesma forma, podemos ser um Ás mental, mas se nosso corpo e nosso espírito não estão condizentes, também não estamos completos. A espiritualidade não é somente o fato de se seguir uma religião, mas sim deve fazer parte de seu modo de viver, a partir dos princípios básicos que nos foram ensinados e que fazem partes de todas as doutrinas conhecidas. Como você avalia hoje, em uma escala de 0 a 100, seu contato com a Espiritualidade?

Estas são as áreas de estudo do Nível de satisfação. Em nosso próximo artigo, vamos aprender a utilizar a ferramenta de Avaliação do Nível de Satisfação. Até Breve.

Avaliação do Nível de Satisfação – Passo a Passo:

Promoção de Coaching Online

Aproveitando o mês de Julho, estamos lançando uma promoção imperdível para a realização de Coaching Online. Contrate 8 sessões por e-mail, sendo 2 sessões por semana pelo valor de R$ 400,00.

O Coaching Online é uma ferramenta poderosa, que acompanha os mesmos benefícios do coaching presencial, com a vantagem de ser realizado no conforto de sua casa. O processo reúne o envio de 2 e-mails por semana, com processos e técnicas que irão auxilia-lo a encontrar soluções e buscar a realização de seus objetivos. O primeiro contato é feito para o levantamento das informações necessárias sobre o que você deseja, e a partir desta sessão preliminar, que não tem nenhum custo, inicia-se o processo propriamente dito com 8 sessões, pelo período de 1 mês.

O valor real deste pacote é de R$ 600,00, e nesta promoção você paga apenas R$ 400,00 pelo mesmo tempo e qualidade de serviço. Temos apenas 6 vagas disponíveis em nossos horários, entre em contato hoje mesmo e já reserve seu horário.

O pagamento é feito por deposito bancário de forma integral antes do inicio do processo de coaching.

Esta promoção será válida até o dia 31/07/2011 e realizada apenas por e-mail. Para maiores informações, entre em contato pelos nossos comentários, ou ligue para (15) 3013-4770 que estaremos a sua inteira disposição para solucionar qualquer dúvida.

Uma mensagem para todos

Encontrei este texto no blog de um amigo, e com muita felicidade, ele me autorizou publicar o mesmo aqui em nosso espaço. Espero que todos gostem, como eu também gostei:

========================================================

Meu último dia de Vida

Publicado em junho 24, 2011 por HomerOffice

Hoje é o meu último dia de vida. Acordei mais cedo e fui até o escritório para encontrar uma foto de quando eu tinha 5 anos. Era de manhã, a casa dos meus pai não tinha muros e eu me lembro de quando o rapaz que tirava fotos sobre o cavalinho chegou. Olhando para a foto, tentei lembrar-me de como era minha voz naquela época, o que eu pensava e como eu imaginava que seria aos 25 anos. Vi a sombra do meu pai no chão, e me senti grato por esta foto, por esta lembrança hoje.

Fui até a cozinha e preparei o café: panquecas, servidas com queijo branco e requeijão. Odiava desse jeito, a Vanessa era quem gostava, mas hoje era diferente. Calmamente posicionei tudo sobre uma bandeja, as panquecas, o café com leite, um pedaço de mamão e uma folha de caderno com a letra da música que cantei para ela no dia do nosso casamento. Ela acordou e eu pude ver o paraíso, seu sorriso. Meu coração acelerou, mas eu não poderia chorar, afinal de contas ela não sabia de nada. Me mantive firme e servi o café. Quando ela viu a letra e olhou pra mim ficou ainda mais difícil, então eu disse que a amava e com o coração ardendo, a única coisa que pôde sair da minha boca foi um pedido de perdão por alguns motivos que nem eu mesmo sabia bem quais eram. Eu pedi perdão por nunca ter trocado os sifões das pias do nosso apto – mesmo depois de 1 ano com ela reclamando sobre os vazamentos. Pedi perdão por, mesmo com incansáveis pedidos, nunca ter sentado ao computador com ela e ensinado-a a configurar o Itunes para que ela pudesse carregar músicas novas em seu Ipod. Ela dizia, em meio a uma meiguice que eu nunca havia visto, para eu não me preocupar, pois eu poderia fazer tudo aquilo depois. Eu não poderia. Tantas foram as brigas sem motivos, tantas foram as brigas com motivos, mas todas foram brigas desnecessárias. Eu daria meu braço direito para voltar no tempo.

Após o café, eu disse a ela que iria visitar meus pais. Eu sabia que isso seria dificil, mas inevitável. Ao entrar pela porta da casa deles e ver meu pai deitado no sofá tocando cavaquinho e minha mãe no sofá do canto, desabei. Perplexos, eles me perguntavam o que estava acontecendo e eu precisei inventar uma desculpa. Ao olhar para o meu pai meu coração doeu ainda mais. Eu tinha tanta responsabilidade para com ele, eu tinha responsabilidade de guiá-lo. Eu não tive tempo, eu negligênciei meu tempo. Então pedi perdão por ele ter vendido a única coisa que o dava prazer na vida, um fusca 1973, para que algumas dívidas minhas pudessem ser pagas há alguns anos atrás. Virei-me para minha mãe e pedi perdão pela minha ignorância e estupidez ao analisar os sintomas de um mal estar que ela estava sentindo, concluir que ela estava com a pressão baixa e aconselhá-la a colocar um pouco de sal embaixo da língua. Quando na verdade ela estava com a pressão altíssima e no dia seguinte sofreria um derrame. Era tudo o que conseguia dizer, o resto eram soluços. E então a parte mais difícil, algo que NUNCA havíamos dito um para o outro. Eu olhei-os nos olhos e disse “eu amo vocês”. As palavras rasgaram meu coração numa tentativa alucinada de compensar todo o tempo perdido, as lágrimas tentavam amenizar a dor, mas era impossível. As chances haviam sido perdidas, os dias haviam ficado para trás.

Saindo de lá, passei na casa do meu melhor amigo. Agradeci por nunca ter desistido de mim, por nunca ter se magoado, mesmo com todos os motivos do mundo. Houve uma época na minha adolescência em que, mesmo sem ninguém saber, eu sofria de Transtorno Obsessivo Compulsivo. Nem mesmo ele lembrava que tentou me ajudar e eu não deixei, não me abri. Então pedi perdão novamente e em meio a risadas retirei um sobretudo de uma sacola e o devolvi – 2 anos depois.

No caminho de volta parei no centro, andei até encontrar um senhor que vivia nas ruas. Levei-o no meu carro até um hotel e paguei um mês de estadia. Subi no quarto com ele e após seu banho sentamos e conversamos, perguntei quem ele era e como ele havia parado ali. Quantas vezes adiei tal atitude? Quantas vezes Deus me incomodou ao ver alguém vivendo nas ruas e eu estava ocupado demais pensando em trocar de carro? Um mês de estadia não mudaria a vida dele, mas mudaria a minha.

Dirigi até o Aeroclube de campinas e me matriculei no curso de piloto privado de avião. Eu não iria poder assistir a nenhuma aula, mas passei a vida toda fazendo o que eu não gostava e aquilo que eu achava que talvez pudesse gostar ficou sempre em segundo plano. Mas não hoje. Hoje somente as coisas importantes teriam espaço na minha vida. Com um sorriso estampado no rosto saí de lá segurando o comprovante de matrícula.

Antes de voltar para casa eu tinha mais um trabalho a fazer. Escolhi um lugar bonito, verde, com grama fofa e silêncio. Então permaneci em oração por algumas horas, agradecendo a Deus por todas as vezes que Ele não permitiu com que algo que eu queria MUITO se concretizasse, pois desta maneira eu tinha certeza de que minha vida não estava nas minhas mãos.

Ao voltar pra casa, com as poucas horas que me restavam, pensei no que eu gostaria de comer. Qual era meu prato preferido e como eu gostaria de comê-lo pela última vez. Após refletir por alguns minutos cheguei a conclusão de que isto não era importante. Lembrei de algo que alguém um dia me disse: “Fixemos os olhos não naquilo que se vê, mas naquilo que não se vê, pois aquilo que se vê é transitório, é passageiro, mas aquilo que não se vê… é eterno”. Então troquei um banquete por pizza feita em casa com mussarela e ovos cozidos – Deus como eu adorava aquilo. Sentei-me no sofá com a minha esposa, nossa cachorrinha Tula e assistimos a vários episódios de Friends. Eu estava feliz, estava satisfeito. Era um final de dia perfeito, era um final de último dia perfeito. Tudo havia sido simples como Jesus nos ensinou. E por isso eu estava feliz. Passei a vida toda procurando felicidade na complexidade do mundo, quando na verdade o auge da felicidade estava ali, na minha frente, gritando para que eu ouvisse, acenando desesperadamente para chamar a minha atenção, mas eu preferia fechar a porta.

Engraçado, no último dia sentimos o que é importante de verdade. No último dia eu não quis ir almoçar num restaurante japonês, eu não quis ir jantar no Outback, não quis ir andar de Kart, jogar Paintball, ir no cinema ou me mudar para uma casa maior. No último dia eu sentia saudades agonizantes do cachorro quente da esquina da “tia” perto da casa dos meus pais. Passear com a Tula mais uma vez seria o paraíso e ver minha esposa vestida com aquela calça de pijama que eu odiava era a cena mais linda que eu me lembrava. Eu daria meu braço direito para voltar no tempo.

Com o coração calmo e sereno adormeci. O dia terminou.

No dia seguinte, acordei meio sem saber que horas eram ou onde eu estava. Só tinha certeza de uma coisa. Aquele, seria o meu último dia de vida – de novo.

Modelo 7.2 – Análise Estratégica Swot

No Swot Estratégico, o Coaching trabalha com a comparação de dois ou mais cenários, no objetivo de determinar o melhor caminho para prosseguir em caminho de seu objetivo. a sua forma de ação é similar ao do Swot Pessoal, visto anteriormente aqui.  Para este processo, iremos utilizar a matriz abaixo:

Vamos agora determinar todos os fatores influentes de cada cenário:

Passo 1: Determine os pontos fortes de cada situação. Desenvolva uma lista com os benefícios e ganhos de cada item.

Passo 2: Determine os pontos fracos de cada situação. Desenvolva uma lista com as perdas e conseqüências de cada item.

Passo 3: Determine as oportunidades que cada cenário pode oferecer em um futuro próximo.

Passo 4: Determine as perdas e os riscos que cada cenário possui.

Após ter as listas prontas, realize o processo de análise de ambos os cenários de forma separada. Use as conclusões desta análise para determinar qual cenário é mais propicio para que você possa alcançar o seu objetivo final.

As perguntas abaixo poderão auxiliar no processo de analise:

1 – Colocando todos estes elementos em uma balança, qual você acha que apresenta uma melhor solução?

2 – Esta OK para você esta situação?Ou você tem algo que queira considerar e reformular adicionalmente nesta reflexão?

Qualquer dúvida na realização deste processo, entre em contato com nossa equipe atravez dos comentários que teremos muito prazer em auxiliar.

Swot estratégico – Download

Abraços e Sucesso Sempre.

Análise Swot – Passo a Passo:

Modelo 7.1 – Análise Swot Pessoal

Com o Swot Pessoal, o coaching procura trabalhar diretamente com o indivíduo, buscando informações a respeito de suas forças e fraquezas, de forma a melhorar oportunidades ou eliminar ameaças na busca de um objetivo. Para este processo, vamos utilizar o modelo padrão de Análise Swot, que segue abaixo (o mesmo se encontra disponível para download no final deste artigo)


É sempre bom relembrar, que o foco principal do Coaching é o desenvolvimento de capacidades e habilidades para o alcance de metas e objetivos. Para o uso deste processo, é importante que você tenha um objetivo em vista, e se este ainda não é o caso, reveja nosso modelo: Especificação de Objetivo. Vamos então aos passos do processo:

1º Passo: Estabeleça os seus pontos fortes: (Ambiente Interno)

Os pontos fortes estabelecidos nesta questão inicial devem lhe auxiliar a buscar seu objetivo. Devem ser forças que possam somar mais ferramentas para a realização das metas determinadas.

2º Passo: Estabeleça os seus pontos fracos: (Ambiente Interno)

Falar de pontos fracos pode não ser agradável a todas as pessoas. As vezes é difícil assumir certos aspectos de nossa vida, de aceitar e indicar que temos fraquezas. Mas somente pelo fato de reconhecer que temos fraquezas, e identificá-las, já é um grande passo para alcançar nossos objetivos. Neste caso em especial, devemos fazer uma lista com todas as fraquezas que podem atrapalhar o desenvolvimento de nosso objetivo.

3º Passo: Oportunidades: (Ambiente Externo)

Agora devemos listar todas as oportunidades que teremos ao realizar o objetivo em questão. Aumento de salário, Melhoria de Qualidade de Vida, Realização Pessoal entre outros. As vezes um curso de Inglês, pode nos dar a oportunidade de chegar a um cargo já há muito tempo desejado dentro da empresa, ou uma viajem para o exterior nos dar a oportunidade de conhecer novas culturas. è neste ponto que devemos encontrar o maior número possível de oportunidades que podem vir a aparecer na realização de nosso objetivo.

4º Passo: Ameaças: (Ambiente Externo)

E por fim, devemos listar todas as ameaças que possam impedir de que o objetivo em questão não seja alcançado. Usando ainda o exemplo do curso de Inglês, poderíamos citar como ameaças, o nosso comprometimento com o curso em si (de cada 100 pessoas que decidem fazer um curso de idiomas, cerca de 88 pessoas desistem no primeiro mês, por falta de comprometimento), o tempo, ou a escassez dele, poderia ser visto também como uma ameaça, e desta forma iremos montar uma lista com todas as ameaças que pudermos recordar.

Agora nós teremos em nossa matriz, 4 listas, referentes as nossas Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. neste momento começa a análise, que consiste em analisar os elementos da matriz, buscando:

  • Potencializar nossas forças, de forma que se tornem melhores e possam auxiliar na busca de nosso objetivo;
  • Melhorar nossas fraquezas, de forma que não se tornem um empecilho na busca de nosso objetivo;
  • Acompanhar nossas oportunidades, para que possamos direcionar nosso objetivo em suas conquistas;
  • Eliminar as ameaças, fazendo com que as mesmas não possam atrapalhar no processo de realização do objetivo.

As questões abaixo poderão auxiliar no processo de análise?

– O que você concluiu deste quadro? O que você pode aprender com esta análise?

– O que você poderia melhorar ou desenvolver para aproveitar melhor as oportunidades e diminuir as possíveis ameaças?

Swot Pessoal – Download

Espero que este processo tenha sido bem compreendido, e qualquer dúvida em sua realização, entre em contato pelos comentários que teremos um imenso prazer em ajudar.

Abraços e Sucesso Sempre…

Análise Swot – Passo a Passo: