Arquivo da tag: lista

Natal – Mais um ano chegando ao fim…

Faz um tempinho que não coloco nenhuma postagem original em nosso espaço, por isso hoje  resolvi fazer uma homenagem ao ano de 2009, que já esta terminando, e com isso, fazer uma pequena reflexão sobre nossas atitudes neste ano que passou tão depressa, com tantas informações acontecendo.

Final de ano rima com Reflexão, refletir sobre nosso comportamento durante o ano, criar nossas “listas de mudanças” para o ano vindouro, reatar antigas amizades, eliminar velhos hábitos, entre muitas outras coisas. Neste momento, fica a pergunta:

De tudo o que você planejou em dezembro de 2008, o que realmente você realizou no ano de 2009?

Lembra-se daquele regime que você iria começar? Ou do novo emprego que você iria procurar? Talvez uma promessa de deixar de fumar, ou de se comportar melhor com seus parceiros e parceiras. São muitas promessas de final de ano, que depois não conseguimos concretizar. Eu mesmo, por experiência própria, ignorei muitas coisas que planejei realizar neste ano, e conforme ele vai chegando ao seu fim, vejo que perdi muitas oportunidades de realiza-las.

E você, que projetos ignorou, e que agora ao final do ano não vê mais possibilidades de realiza-lo? Este ano, podemos fazer a diferença em nossa vida, começando por trabalhar melhor nosso comprometimento, junto a nós mesmos.  Esta é a palavra chave deste Post, “COMPROMETIMENTO”

com.pro.me.ter

  1. expor alguém ou algo a um risco
    • O documento de 1987 lançou o conceito de “desenvolvimento sustentável”, aquele capaz de atender às necessidades das atuais gerações sem comprometer os direitos das futuras. (editorial do jornal O Estado de São Paulo de 02 de novembro de 2007)
  2. constituir uma obrigação a alguém; fazer alguém ser responsável de algo
    • O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, anunciou ontem a antecipação das eleições presidenciais do fim de 2008 para o dia 5 de janeiro. Ele fez uma rápida aparição na TV para anunciar a medida e para comprometer-se com a suspensão do estado de emergência que decretou na quarta-feira em razão dos protestos da oposição. (editorial do jornal O Estado de São Paulo de 09 de novembro de 2007)
  3. contrair um compromisso
    • “Não necessariamente esses protocolos precisarão incluir atos como cerceamento dos vestibulares ou chegar ao fechamento de uma instituição. Podem ser apenas metas para sanar deficiências, mas as instituições vão ter que se comprometer”, explica o secretário de Ensino Superior do MEC, Ronaldo Mota. (editorial do jornal O Estado de São Paulo de 11 de novembro de 2007)

Analisando a definição acima, vamos nos apoiar na 3ª definição da palavra, e ver como podemos nos comprometer com nós mesmos, para que possamos realizar todos os nossos objetivos:

Dicas de Comprometimento e Realizações de Final de Ano

1ª Dica: Antes de mais nada, você precisa realmente dar importância para você mesmo, se dar o valor que realmente têm, e não deixar que outras pessoas, compromissos, situações sejam mais importantes que o seu próprio bem estar. Tenha sempre em mente que: “Você é a pessoa mais importante do mundo, é um ser único e inimitável”.

2ª Dica: Faça uma lista das realizações que deseja para o próximo ano. Tudo começa a partir desta lista. Aprenda a analisar e dar prioridade para o que você realmente ache importante. No momento que colocamos nossos projetos em um papel, eles começam a tomar forma, começam a existir realmente. Um pensamento é muito vago, temos milhões de pensamentos por segundo, então não confie apenas no seu desejo e no seu pensar, comece a por em prática seu desejo, materializando o mesmo em um pedaço de papel.

3ª Dica: Depois de ter sua lista de realizações pronta, leia-a com muita atenção. Verifique cada um de seus desejos, sonhos e vontade, e crie categorias para os mesmos, da seguinte forma:

  • Urgente – Para realizações que devem ser feitas o mais rápido possível, e que interfiram de alguma forma diretamente com o seu bem-estar.
  • Normal – Para realizações que você deseja realizar ao longo do ano, como por exemplo criar uma poupança para o próximo natal, fazer um curso novo de longa duração, planejar as férias do meio do ano.
  • Irrelevantes – Com certeza, digo por experiência própria, nenhuma de nossas realizações são irrelevantes, Não gostamos de admitir que queremos algo supérfluo, mas isso é muito comum, e são exatamente estas realizações irrelevantes que irão atrasar nosso próprio desenvolvimento, junto as realizações que podem mudar algo significativo em nossa vida. Só conseguimos identificar estas realizações, quando as colocamos num pedaço de papel e a comparamos com as realizações realmente importantes.

4ª Dica: Mantenha este papel muito bem guardado, mas num local que seja de fácil localização para você, onde você esteja constantemente em contato com ele. Pode ser sua gaveta de roupas intimas, o armário do banheiro, ou outro lugar que o acesso seja limitado, mas constante. Quanto mais contato tivermos com nossos objetivos, mais fácil é realiza-los.

5ª Dica: Nunca desista, ou deixe que outras pessoas o desanimem a realizar todos os seus sonhos ali listados. O Ideal, é que ninguém tenha acesso a suas realizações, afinal, são apenas suas, e somente a você cabe julgar o grau de dificuldade de cada uma. É bastante comum pessoas interferirem em nossos desejos, por não terem a capacidade de realizar seus prórpios desejos. Elas não permitem que possamos alcançar nossos objetivos, criando obstaculos que não existem, apenas para que desistamos no meio do caminho. Não deixe que isso aconteça com você. Lembre-se sempre da primeira dica, “Você é a pessoa mais importante do mundo, é um ser único e inimitável”.

Com estas 5 dicas, se você realmente tem vontade de realizar todos os seus sonhos e promessas de final de ano, será muito mais fácil. Experimente e veja a facilidade com que as coisas irão acontecer ao seu redor. Vou deixar aqui um video, de uma excelente música, que retrata bem o que tentei dizer neste ultimo parágrafo:

O Universo a Nosso Favor

Charlie Brown Jr.

Composição: Nicolas C / Danilo C / Rodrigo C. / Vitor I. / Chorão

Meus olhos hoje brilham mais
O mundo roda e tudo muda num instante
Procure a luz que vai te libertar
Eu vejo, aprendo e sou capaz
De transformar o medo em algo irrelevante
Sem grades pra me aprisionar

Meus olhos hoje brilham mais
Aquele beijo vindo intenso como antes, da luz que pode libertar
Eu vejo, penso e sou capaz
De viajar o mundo todo num instante
Sem apegos pra me ancorar

Então dorme anjo
Meu pensamento voa livre, leve e solto, louco
O universo inteiro conspira a nosso favor

A natureza sempre traz
Todas as formas pra se atingir o estado
Os tormentos não vão te alcançar
E nada é mais eficaz que o pensamento positivo amplificado
Sem anseios pra te aprisionar

E se você observar o mar
Vai ver que a vida é mutante como a cidade
Ninguém pode nos rotular
Perder, ganhar, deixar rolar
Intensidade agora em algo novo
A vida tem que se renovar

Então dorme anjo, não vale a pena preocupar-se por tão pouco
O universo inteiro conspira a nosso favor

Mas não podemos ficar somente na nossa lista, observando-a todos os dias, para que nossas realizações realmente se materiarizem, é preciso também ação, muita ação de nossa parte. A lista será apenas nosso mapa, para chegar ao destino que tanto desejamos. Amanhã, prepararei um novo post, sobre objetivos, como criar o seu próprio objetivo, com varias ferramentas e técnicas que o Coaching nos proporciona. Você verá como será muito fácil depois desta série de textos, realizar seus objetivos.

Entrem, comentem sobre nossos temas, deixe sua pergunta ou fale sobre casos interessantes que você tenha vivenciado. Toda participação no blog será sempre muito bem vinda.

Desejo a todos uma ótima noite, muito sucesso e realizações…

Anúncios

Coaching e Educação – Caminhando Lado a Lado…

Coaching tem tudo a ver com educação. Para que uma pessoa possa alcançar o sucesso que tanto deseja, antes de mais nada é necessário que pratique a sua educação, em todos os sentidos da palavra. Vamos ver o que é educação:

Educação [do latim educatione] – 1. Ato ou efeito de educar-se, ou seja de alterar hábitos e atitudes, a partir dos conhecimentos e aptidões adquiridos. 2. Conjunto de processos e métodos que orientam o desenvolvimento natural, progressivo e sistemático de todas as forças do educando, desenvolvimento esse subordinado a um ideal de perfeição.

O que me levou a este assunto, foi um e-mail que recebi de uma amiga muito querida, (Obrigado Liliti), e que transponho para vocês refletirem um pouco sobre este assunto tão importante:

Palestra ministrada pelo médico psiquiatra Dr. Içami Tiba:

O palestrante é membro eleito do Board of Directors of the International Association of Group Psychotherapy. Conselheiro do Instituto Nacional de Capacitação e Educação para o Trabalho “Via de Acesso”. Professor de cursos e workshops no Brasil e no Exterior.

Em pesquisa realizada em março de 2004, pelo IBOPE, entre os psicólogos do Conselho Federal de Psicologia, os entrevistados colocaram o Dr. Içami Tiba como terceiro autor de referência e admiração – o primeiro nacional.

* 1º- Lugar: Sigmund Freud;

* 2º- Lugar: Gustav Jung;

* 3º- Lugar: Içami Tiba

  1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.
  2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar com internet, som, tv, etc…
  3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.
  4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.
  5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.
  6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.
  7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.
  8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.
  9. É preciso transmitir aos filhos a idéia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.
  10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer.  E o prazer é inconsequente.
  11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual.
  12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga . A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve ‘abandoná-lo’.
  13. A mãe é incompetente para ‘abandonar’ o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.
  14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.
  15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.
  16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se for mal na faculdade.
  17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.
  18. Muitas são desequilibradas ou mesmo loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).
  19. Se a mãe engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.
  20. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem ‘vidas’, e sim uma única vida. Não dá para morrer e começar de novo. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.
  21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança.  Não pode apenas bater cartão.
  22. Pais e mães não pode se valer do filho por uma inabilidade que eles tenham. ‘Filho, digite isso aqui pra mim porque não sei lidar com o computador’. Pais têm que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível pagarem para falar com o filho que mora longe.
  23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.
  24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.
  25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.
  26. Dinheiro ‘a rodo’ para o filho é prejudicial.  Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar.
Frase: “A mãe (ou o pai!) que leva o filho para a igreja, não vai buscá-lo na cadeia!
Fica a todos esta reflexão, sobre a importância dos pais na educação dos filhos, para que eles se tornem pessoas de sucesso, que lutam por seus objetivos e sabem onde desejam chegar…
Abraços e Sucesso sempre…