Arquivo da tag: metodos de coaching

Tipos de Coaching e de Coach

Primeiro vamos definir o conceito de Coaching e de Coach, para então abordar o tema do artigo a respeito da classificação dos tipos de Profissionais e Métodos de trabalho.

Conceitos e Fundamentos

O Coach: O Coach é o profissional, ou facilitador, que através de técnicas e ferramentas, interage com o cliente (Coachee), para buscar o aumento de performance e competências na apresentação de resultados para os objetivos e metas do cliente. O Coach não irá resolver os problemas do cliente, mas será um elemento de auxilio na apresentação de questões que irão fazer com que o cliente possa encontrar suas próprias respostas e com isso, estabelecer dentro de seu próprio tempo as metas necessárias para a realização de seus objetivos.

O Coaching: O Coaching é o processo utilizado pelo Coach para desenvolver, através de técnicas e ferramentas mundialmente conhecidas, a melhoria continua e a resolução de diversos problemas apresentados pelo cliente. O Coaching é mensurável e com resultados comprovados, utilizado por pessoas dos mais diversos ramos profissionais e pessoais.

Tipos de Profissionais e de Formas de Trabalho

Podemos citar diversos tipos de profissionais de coaching, e cada profissional pode atuar em um nicho especifico de trabalho, vamos fazer um retrato geral de tipos de Coachs e as formas mais conhecidas de trabalho com o processo:

Personal Coaching: Também conhecido como Coaching Pessoal, este é um processo que atua de forma genérica junto aos seus clientes, com foco no desenvolvimento pessoal de cada um, como também no apoio para a solução de problemas diversos apresentados pelo Coachee. Ele pode atuar em diversas frentes de trabalho, sem na verdade se especificar em nenhuma de forma especial.

Coaching de Casal: Atuando exclusivamente no desenvolvimento e resolução de conflitos envolvendo casais. Além de trabalhar com o desenvolvimento pessoal de cada elemento do casal, este tipo de coaching trabalha também com o desenvolvimento de um relacionamento estável e com respeito mútuo.

Coaching de Carreira: Este processo, em conjunto com o seu profissional, busca através das técnicas de coaching auxiliar seu cliente a alcançar metas e objetivos dentro de sua carreira profissional. Com este foco, ele busca melhorar a atuação do coachee em seu meio de trabalho, fazendo com que o mesmo possa descobrir e explorar as melhores formas de se firmar como um profissional respeitável e com grandes chances de alcançar o sucesso.

Coaching Organizacional: Atuando em conjunto com empresas e organizações, este processo e seu profissional buscam auxiliar a seus clientes a terem melhores resultados em suas ações, fortalecendo assim um time de trabalho que possa se tornar referencia dentro das empresas em questão.

Coaching de Performance: Atua especificamente na melhora continua e na busca de excelência de seus clientes. Procurando sempre através de técnicas e ferramentas, auxiliar seu cliente a alcançar suas metas e superar seus obstáculos, muitas vezes ultrapassando até mesmo seu próprio limite de trabalho, se superando e alcançando seus objetivos. Este é um processo rápido, de atuação forte, e por muitas vezes, considerado até um pouco agressivo. Exemplos básicos desta forma de atuação pode ser visto em Treinadores Esportivos.

Coaching Juvenil: Este é um processo que não é muito explorado, até mesmo pela sua baixa divulgação. O Coaching Juvenil trabalha com jovens e adolescentes, principalmente em períodos que buscam iniciar uma carreira profissional, para auxiliar os clientes a encontrarem respostas a dúvidas comuns nesta época. Além do processo auxiliar no desenvolvimento inicial do individuo, ele também auxilia na colocação do mesmo no mercado de trabalho, de uma forma segura e sustentável.

Life Coaching: Identificado também como Coaching de Vida, Neste processo, a busca é pela excelência na qualidade de vida do cliente, proporcionando através de diversas técnicas a melhora continua no desenvolvimento de uma vida saudável e com resultados tantos pessoais como profissionais. É uma das principais formas de trabalho, que da mesma forma do Coaching Pessoal, ele tem um foco mais abrangente, com uma metodologia mais ampla e aberta a mudanças constantes para o planejamento de objetivos.

Estas são as principais formas de trabalho, mas além destas, existem muitas outras atuações do coaching, como pode ser visto na relação a seguir:

Coaching de Negócios, Coaching de Planejamento de Vida, Coaching de Projetos, Coaching de Equipe, Coaching de Férias, Coaching de Missão de Vida, Coaching Executivo, Coaching de Atração, Coaching de Transição entre inúmeros outros nichos de trabalho.

Espero que tenham gostado deste artigo, e em breve mais atualizações e definições deste poderoso processo de trabalho que é o Coaching.

Abraços e Sucesso Sempre.

Seus comentários podem nos ajudar a melhorar e oferecer um conteúdo mais direcionado. Ajude-nos a fazer deste espaço, um local onde as suas dúvidas podem encontrar uma solução.

Anúncios

Modelo 3 – Resultados Esperados

A Importância dos Resultados Esperados

Uma das principais questões envolvendo o Coaching, é em relação aos resultados esperados de cada individuo. É através dos Resultados Esperados que o Coach, em conjunto com o Coachee, consegue delimitar uma seqüencia de trabalho apropriada, utilizando as ferramentas e técnicas que podem realmente proporcionar um crescimento nas habilidades e competências.

A Partir deste Modelo, iremos aprender como determinar os nossos resultados esperados dentro do processo de Coaching, facilitando desta forma o nosso processo de desenvolvimento pessoal e profissional.

Quando se inicia um processo de Coaching, o primeiro passo do Coach é determinar junto ao Coachee qual é o seu objetivo. Mas apenas saber seu objetivo não é ainda o bastante, então para reforçar esta etapa importante do processo, temos a seguir uma seqüencia de questionamentos que reforçam seu objetivo, como também o seu comprometimento para a realização do mesmo. Vamos aos questionamentos:

1. Defina os Resultados Esperados

    • Quais os resultados que você espera conseguir com o Coaching?
    • Quais são os seus objetivos atuais de vida que você gostaria de realizar com o auxilio de Coaching?
    • Quando você pretende atingir estes resultados esperados?

Como já mencionamos anteriormente, estes são os primeiros questionamentos para que possamo ter resultados dentro de um processo de Coaching.

2. Defina as Evidências da Realização

    • Como você vai saber que atingiu os resultados esperados?
    • Que indicadores ou evidências você vai ter para saber que chegou lá?

As evidências mostram o quanto acreditamos em nosso objetivo. Em modelos anteriores, já aprendemos muito sobre estas formas de se especificar um objetivo, e o quanto isso é importante.

3. Identifique os seus Valores

    • Porque isto é importante para você?
    • Qual o valor disso hoje para você?
    • O que você ganha com isso?

Já falamos muito também sobre a importância de nossos valores. Quanto antes conseguirmos identificar os valores que fazem parte de nossos sonhos, de nosso modo de viver, mais fácil se torna chegar ao resultado que se espera, e com menos esforço.

4. Identifique as Responsabilidades pelos Resultados

    • Depende de quem para que o objetivo seja alcançado?
    • O que você pode fazer para que este objetivo dependa de você para ser iniciado hoje e mantido?
    • O que você poderia fazer hoje para ir em direção da sua meta?

Ninguém pode ser responsável pelo seu sucesso ou pelo seu fracasso. Somente você pode assumir esta responsabilidade. O quanto antes isso fizer parte de você, o quanto antes você se tornar responsável por seus atos e por suas conseqüências, mais rápido você estará em direção de seu objetivo, de seu sonho, de seu resultado esperado com o Coaching.

5. Avaliação de Comprometimento

    • Qual o seu grau de comprometimento em realizar isto?
    • De 0 a 10, qual o seu nivel de comprometimento para entrar em ação e alcançar estes resultados?

Além da sua responsabilidade, outro fator de extrema importância que já vimos em diversos outros artigos, é sobre o seu comprometimento. Nenhum processo de Coaching começa com um baixo comprometimento do Coachee. é importante que você esteja realmente comprometido com o seu objetivo, com os seus resultados esperados. Muitos dos fracassos que enfrentamos durante nossa vida, é por responsabilidade de nosso baixo comprometimento conosco mesmo. Em breve, estarei postando um artigo somente sobre a importância do comprometimento.

Espero que estes questionamentos possam auxiliar em seu processo de Coaching, e sempre lembrando, qualquer dúvida entre em contato com nossa equipe, pelo e-mail (douglas.coach@gmail.com), pelo formulário de Contato, ou também pelos comentários de cada postagem. Teremos muito prazer em auxilia-lo a alcançar seus objetivos e sonhos de vida.

Abraços e Sucesso Sempre.

SMART – Especificação de Objetivo (Modelo 1)

Já falamos muito sobre a ferramenta SMART aqui em nosso espaço, mas é sempre bom reforçar seus conceitos. Como a CRIE-PE, a SMART também é um acrônimo das palavras:

  • Especifico (Specific)
  • Mensurável (Measurable)
  • Alcançável (Achievable)
  • Relevante (Relevant)
  • Prazo (Time)

Agora que entendemos o significado de SMART, vamos entender os conceitos de cada um destes elementos:

Especifico: Analisando o seu objetivo, após passar pela CRIE-PE, você consegue vê-lo de forma especifica? Desejar um carro é diferente de desejar um carro modelo Corsa, ano 2010, preto, 04 portas, sistema de som completo com marcha e vidros automáticos. Para que um objetivo seja viável, ele deve ser o mais especifico possível. Um carro é apenas um carro, você pode obter desde um Fiat 147 ou até mesmo uma Ferrari do ultimo modelo. Lógico que se vier uma Ferrari, você vai se sentir uma pessoa abençoada, mas e se vier o Fiat 147? É realmente o que você desejou? Seja sempre o mais especifico que você puder ser. Se desejar ter maiores ganhos financeiros, determine exatamente de que forma isso pode acontecer. Se desejar arruma uma companhia, determine exatamente como esta pessoa deve ser. Quanto mais especifico você descrever seu objetivo, mais fácil é de torna-lo algo palpável em sua vida.

Mensurável: O seu objetivo pode ser medido, ou avaliado de alguma forma? “- Quero ganhar muito dinheiro”. Sim, este pode ser um objetivo, mas de quanto dinheiro exatamente estamos falando? Qual quantia lhe deixaria feliz? Para que o seu objetivo seja algo realizável, é importante definir de quanto exatamente estamos falando. “- Quero ganhar dez mil reais”. Esta já é um objetivo mensurável, é possível determinar o quanto queremos ganhar. Algo que as pessoas têm medo neste momento, é de travar seu crescimento pessoal ou profissional determinando objetivos mensuráveis. Mas uma coisa importante que você deve saber, é que se você conseguir estes dez mil, o que te impede de conseguir mais dez mil novamente, ou de ir além, e conseguir vinte mil? É exatamente assim que você deve pensar, para que seu objetivo seja realizável, é necessário que ele possa ser medido. Desta forma, você vai exercitando sua capacidade de realizar seus objetivos com cada vez maior prática.

Alcançável: Este é o pior dos validadores em objetivos. É neste momento em que muitas pessoas desistem de seus objetivos, sonhos e projetos de vida. Determinar um objetivo inalcançável. Exemplo: “- Quero ser milionário no prazo de um ano”. A não ser que você tenha muita sorte e ganhe neste ano na Loteria, ou que seja herdeiro de uma fortuna incalculável, este não é um objetivo muito fácil de ser realizado por 90% da população brasileira atual. Quando determinamos um objetivo que é inalcançável, no primeiro tropeço, desanimamos e desistimos de tudo. E quando isso acontece, ainda temos a coragem de dizer que a culpa foi do “destino”, a “sorte” não me ajudou, entre muitas outras lamentações. Entendam que não estou dizendo que se tornar um milionário seja impossível, o que estou querendo dizer, é que temos que começar com os objetivos que estão dentro de nossa realidade, e pensar em cada objetivo, como etapa de um objetivo maior, que também será etapa de outro objetivo ainda maior, e assim por diante. Terminando este conceito, deixo uma frase para que reflitam um pouco: “O impossível pode ser dividido em vários passos possíveis”.

Relevante: O seu objetivo se torna mais agradável, a partir do momento em que ele começa a realizar seus desejos e sonhos mais íntimos. Determinar objetivos que de alguma forma se liguem aos nossos propósitos de vida, faz com que o mesmo seja agradável e cada vez mais realizado. Procure sempre determinar objetivos que lhe traga um sentimento de realização, de trabalho concluído. Não existe nada mais satisfatório que o sentimento de um objetivo concluído com sucesso e perseverança. O prêmio no final desta corrida vale a pena todo o esforço dispensado durante o seu percurso. Pense um pouco nisso, verifique se o seu objetivo faz parte de sua realização pessoal.

Prazo: Juntamente com os conceitos de Mensurável e Alcançável, o prazo é um fator determinante para a realização de seu objetivo. Quando colocamos um prazo em nosso objetivo, estamos dizendo a nós mesmo que queremos que este objetivo seja realizado até determinada data, ou acontecimento. Também devemos tomar cuidado com os extremos deste conceito. Prazos curtos demais tornam o objetivo inalcançável. Já prazos longos demais tornam o objetivo cansativo e por muitas vezes sendo abandonado no meio do caminho. Quando temos um objetivo em que seu prazo obrigatoriamente se torna longo demais, o ideal é que façamos uma divisão do mesmo em objetivos menores, ou etapas de conclusão, de forma que possamos definir resultados de forma mais rápida, tornando assim o processo menos cansativo.

Agora que já conhecemos os conceitos principais destas duas ferramentas, vamos então para a etapa final deste nosso primeiro roteiro de coaching online: A formulação de um Objetivo.

Especificação de Objetivos – Passo a Passo

Como o Coaching Funciona…

O trabalho inicia-se normalmente pela definição dos objetivos visados pelo cliente, que podem abranger áreas tão diversas como a gestão do tempo, o relacionamento interpessoal, o trabalho em equipe, a motivação de equipes e outras. As questões ou temas podem ser de origem pessoal ou profissional, carreira, esportes, equipe, enfim, que contribuam para o desenvolvimento de um ou mais clientes.
Definida a meta, antes do Plano de Ações é feita uma análise do que contribui ou impede o alcance da meta, seja por parte do cliente e/ou do cenário em que está inserido. Nesta fase valores e crenças são confrontados com a meta e se há congruência entre eles. O “coach” avalia as forças e fraquezas do seu cliente face aos objectivos visados e ao meio em que este actua, e define um plano que permita alcançar os resultados desejados. Com estas informações, se facilita a definição das fases do Plano de ações, com evidências claras de atingimento, prazo determinado, recursos necessários e o comprometimento do próprio cliente, frente ao desafio factível.
A duração do processo é em geral de 3 a 4 meses, dependendo do caso e da resposta de cada indivíduo, podem atingir resultados significativos através de sessões de uma hora, que podem ser presenciais ou não, depende da disponibilidade do cliente e a técnica utilizada pelo coach. Há co-responsabilidade no processo de coaching, enquanto o resultado é de responsabilidade do cliente. Os resultados são percebidos pelo próprio cliente, como também por pessoas que fazem parte do círculo de convivência.
É uma abordagem de desenvolvimento humano e profissional que tem como objetivo auxiliar profissionais de qualquer área de atuação a maximizar seus resultados com base na otimização de seus próprios recursos técnicos e emocionais.
Com base no desenvolvimento de competências técnicas e emocionais, o coach atua como um “olho externo” para seu cliente. Apoiando-o em seu autoconhecimento através de um ângulo novo de visão.
O coaching pode funcionar como uma forma de estímulo e acompanhamento a longo prazo adaptada às necessidades de desenvolvimento pessoal. Acompanhamento profissional de pessoas em diferente profissões e contextos. Contribuição para a configuração de sistemas de trabalho e de instrução.
Contribuição para a estabilização e o desenvolvimento contínuo do procedimento profissional. Fomento para a motivação, o rendimento, a capacidade de comunicação e o sucesso, aproveitando as capacidades e os conhecimentos comuns do coach e do cliente.
Medida inovadora do desenvolvimento de recursos humanos e instrumento para desenvolver a capacidade de aprendizagem de uma empresa.

sucesso

O trabalho inicia-se normalmente pela definição dos objetivos visados pelo cliente, que podem abranger áreas tão diversas como a gestão do tempo, o relacionamento interpessoal, o trabalho em equipe, a motivação de equipes e outras. As questões ou temas podem ser de origem pessoal ou profissional, carreira, esportes, equipe, enfim, que contribuam para o desenvolvimento de um ou mais clientes.

Definida a meta, antes do Plano de Ações é feita uma análise do que contribui ou impede o alcance da meta, seja por parte do cliente e/ou do cenário em que está inserido. Nesta fase valores e crenças são confrontados com a meta e se há congruência entre eles. O “coach” avalia as forças e fraquezas do seu cliente face aos objectivos visados e ao meio em que este actua, e define um plano que permita alcançar os resultados desejados. Com estas informações, se facilita a definição das fases do Plano de ações, com evidências claras de atingimento, prazo determinado, recursos necessários e o comprometimento do próprio cliente, frente ao desafio factível.

A duração do processo é em geral de 3 a 4 meses, dependendo do caso e da resposta de cada indivíduo, podem atingir resultados significativos através de sessões de uma hora, que podem ser presenciais ou não, depende da disponibilidade do cliente e a técnica utilizada pelo coach. Há co-responsabilidade no processo de coaching, enquanto o resultado é de responsabilidade do cliente. Os resultados são percebidos pelo próprio cliente, como também por pessoas que fazem parte do círculo de convivência.

É uma abordagem de desenvolvimento humano e profissional que tem como objetivo auxiliar profissionais de qualquer área de atuação a maximizar seus resultados com base na otimização de seus próprios recursos técnicos e emocionais.

Com base no desenvolvimento de competências técnicas e emocionais, o coach atua como um “olho externo” para seu cliente. Apoiando-o em seu autoconhecimento através de um ângulo novo de visão.

O coaching pode funcionar como uma forma de estímulo e acompanhamento a longo prazo adaptada às necessidades de desenvolvimento pessoal. Acompanhamento profissional de pessoas em diferente profissões e contextos. Contribuição para a configuração de sistemas de trabalho e de instrução.

Contribuição para a estabilização e o desenvolvimento contínuo do procedimento profissional. Fomento para a motivação, o rendimento, a capacidade de comunicação e o sucesso, aproveitando as capacidades e os conhecimentos comuns do coach e do cliente.

Medida inovadora do desenvolvimento de recursos humanos e instrumento para desenvolver a capacidade de aprendizagem de uma empresa.