Os Sabotadores! Inimigos de nosso Sucesso. (Parte 3)


De todas as crenças limitantes, a mais comum é o que poderiamos chamar de Grilo Falante. Quem aqui se lembra do desenho do pinoquio, o boneco de madeira que ganhou vida? Quando a Fada Azul lhe tocou com a vida, junto com este dom lhe deu o Grilo Falante, para ser a sua consciencia. Em nosso caso, em vez de termos um grilo falante como consciencia, o que temos na verdade é outro bichinho que invade nossos pensamentos constantemente, é o que chamamos de “critico interno”

O critico interno é aquele cara do contra, extremamente responsável, que literalmente nos impede de voar. Sempre que pensamos em fazer alguma coisa, eis que surge o critico interno com recomendações, avisos de que não vai dar certo, conselhos para que não tentemos realizar o “impossivel”. Quero deixar claro antes de prosseguir, que este não é um artigo para difamar nossa consciencia, ela é muito importante e nos ajuda a tomar as decisões certas, mas devemos saber diferenciar quando é um aviso de nossa consciencia, e quando é um critico interno que ddeixamos se alojar em nosso pensamento.

O primeiro passo, é detectar os padrões de atividade de nosso critico interno, e esta é uma tarefa muito facil. basta pensar em realizar algo, que ele logo surge com frases prontas do tipo:

  • Eu nunca vou conseguir realizar meus objetivos;
  • Eu nunca terei sucesso em minha vida;
  • Eu sou um fracasso e não posso mudar isso;
  • Entre muitas outras…

O jeito mais facil de lidar com esta situação, é antes de tudo tratar o critico interno como um ser externo a nós mesmos. Quem gosta de desenhos antigos, deve se lembrar dos episodios de Tom e Jerry, onde as vezes surge um anjinho e um demoniozinho aos ombros, duelando entre si para controlar determinada situação. É bem este o caso, vamos dar formas a nossos criticos internos, e a partir deste momento, monitorar suas atuações.

Descubra o padrão, a frequencia com que ele te interrompe, se necessário (o que realmente é sempre muito bom) tenha um diario onde você possa anotar as frases que surgem nestes momentos, e com que frequencia elas brecam o seu desejo de prosseguir em busca de suas metas.

Escolha as frases que mais incomodam no momento, ou que tenham um efeito mais drastico em sua vida, e crie novas formas contraria de pensar. Veja estes exemplos:

Critico Interno: Eu nunca vou conseguir realizar meus objetivos
Retaliação: É mentira, eu ja realizei objetivos muito maiores, este é só mais um que eu vou conseguir realizar.

Critico Interno: Eu nunca terei sucesso em minha vida
Retaliação: Eu sou uma pessoa de sucesso, e posso chegar muito mais longe do que já cheguei até agora.

Critico Interno: Eu sou um fracasso e não posso mudar isso
Retaliação: Eu posso ter tido alguns fracassos no passado, mas isso so me fortalece e me prepara para alcançar o meu sucesso.

Estes são alguns exemplos que podemos seguir em nossa vida, mas o ideal é criarmos nossas proprias frases de retaliação, e começar a incomodar o critico interno que reside dentro de nós.

Este programa deve seguir até o momento em que as “vozes” não nos incomodem mais. Com o tempo, o critico interno vai se cansar de lutar contra nosso pensamento positivo e vai desaparecer. É importante sempre manter-mos nosso diario atualizado, para que possamos acompanhar o progresso e adequar as situações quando algo não estiver indo pelo caminho que determinamos.

Este é o processo fácil de eliminar o critico interno, mas as vezes, eles estão tão enraizados dentro de nós, em forma de pensamentos negativos, que precisamos de uma dose maior de estimulo para elimina-los. Vamos aprender uma técnica um pouco mais “impactante”, que pode funcionar muito bem em casos extremos.

Interrompendo Padrões de Pensamentos Negativos

  1. Defina um padrão de pensamento negativo que esteja presente em sua vida, atrapalhando o seu desenvolvimento.
  2. Determine uma forma fisica de interromper este pensamento, no momento em que ele ocorrer. Aqui você pode utilizar de sua imaginação e do bom senso. Você pode por exemplo gritar para si mesmo “Pare”, sempre que ocorrer este pensamento, o que vai interromper sua forma de pensar. Logicamente que não seria nada agradavel, se no meio de uma reunião junto aos seus superiores na empresa, você gritasse “Pare”, sem nexo nenhum para os presentes. No máximo o que você conseguiria com isso seria a visita em um psicologo. Neste caso, tente utilizar outras opções de interrupção, como por exemplo um elastico no pulso, e cada vez que surgir o pensamento negativo, puxa-lo e solta-lo causando a interrupção, ou também um beliscão discreto em alguma parte do corpo. Eu tenho uma técnica que funciona muito bem comigo, que é quando um pensamento negativo começa a se formar, eu estralo so dedos da mão, é como um gatilho que desvanece o pensamento, e ajuda a acalmar a mente me dando tempo para formular o pensamento positivo oposto, que é o terceiro passo.
  3. Determine um novo pensamento para substituir sempre que interromper o pensamento negativo. Nosso cerebro é um bloco de papel, que necessita sempre ter algo preenchido, e quando interrompemos uma forma de pensamento, automaticamente nosso cerebro começa a elaborar um novo pensamento para ocupar o lugar do anterior. neste momento devemos tomar o controle e determinar que pensamento ficará no lugar, não dando espaço para que um novo padrão negativo comece a se formar.
  4. Faça um acompanhamento diario sobre o pensamento negativo, verifique se sua frequencia diminui com o passar do tempo, de forma a efetivar o pensamento novo escolhido.

Este exercicio deve ser feito até que os pensamentos negativos sejam eliminados, um a um, fazendo com que possamos através de pensamentos positivos, alcançar nosso sucesso tão esperado.

Espero que esta serie de artigos possam ter esclarecido um pouco mais sobre as crenças limitantes, idéias fixas e criticos internos. e desta forma, estejamos cada dia mais preparados para alcançar o maior objetivo que nos espera num futuro próximo, o do Sucesso pessoal e Profissional.

Qualquer dúvida a respeito deste, ou de outros artigos em nosso blog, não deixe de comentar sua dúvida. estamos sempre atento para oferecer um conteudo claro e dinamico, respondendo a dúvidas e ajudando no que for possivel no seu desenvolvimento.

Abraços e Sucesso Sempre a todos….

Anúncios

Uma resposta para “Os Sabotadores! Inimigos de nosso Sucesso. (Parte 3)

  1. Me identifiquei muito com o seu artigo.
    O autor Augusto Cury fala em reedição de pensamentos e lembranças, o seu artigo acima está muito próximo ao que este autor apresenta. Gostei da sua sugestão e das ideias práticas, e mais: estava usando um elástico no pulso no exato momento que li… Eu o chamo de coleira, onde prendo e controlo a fera, a predadora de meus pensamentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s